SWISSLEAKS – Contas secretas HSBC

NOMES DA JUSTIÇA APARECEM ENTRE CORRENTISTAS DO HSBC

Entre os mais de 8 mil correntistas brasileiros citados no caso Swissleaks estão desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), um ex-procurador-geral de Justiça do Rio e uma ex-defensora pública geral de Pernambuco.

Segundo levantamento foi feito pelo GLOBO, Jayme Queiroz Lopes Filho, da 36ª Câmara de Direito Privado do TJ-SP está ligado a duas contas numeradas – uma delas permanecia ativa em 2006 e 2007, com um saldo total de US$ 131,1 mil. O segundo desembargador é Paulo Eduardo Razuk, da 1ª Câmara de Direito Privado.

De acordo com as planilhas do HSBC suíço, Carlos Antonio da Silva Navega, que foi procurador-geral de Justiça do Estado do RJ entre 1987 a 1991, aparece atrelado a três contas.

Também está na lista a ex-defensora pública Marta Maria de Brito Alves Freire, com saldo de US$ 1,016 milhão.

Todos negaram ter contas na filial suíça do banco (leia mais).

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/175386/Nomes-da-Justi%C3%A7a-aparecem-entre-correntistas-do-HSBC.htm

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s