Cachoeira e a Imprensa

A UTILIZAÇÃO DA IMPRENSA NOS INTERESSES DA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA

Com a leitura cuidadosa dos documentos da Operação Monte Carlo pode-se concluir que a quadrilha de CARLINHOS Cachoeira, através DADÁ e JAIRO, usava jornais e revistas para promoção de suas atividades econômicas ilegais, mas também como ferramenta de ajuda a aliados, chantagem e recrutamento de agentes públicos corruptos.
Mostra POLICARPO JÚNIOR, editor da VEJA em Brasília, encomendando ao grupo criminoso uma fita obtida de maneira ilegal dentro do Hotel Naoum, enquanto o contraventor e seu sócio Senador DEMÓSTENES conspiram para “por fogo na República” e desestabilizar o governo DILMA ROUSSEFF

Excertos dos documentos da OPERAÇÃO MONTE CARLO

“Ou seja, é muito comum a ORGCRIM contatar jornalistas para auxiliá-los através de reportagens, em tese, direcionadas.”

AS RELAÇÕES DA QUADRILHA DE CACHOEIRA COM POLICARPO E A VEJA:

C = CACHOEIRA D = DEMÓSTENES Chico = DADÁ e Poli = POLICARPO

Documentos encontrados nos arquivos publicados por @aleidoshomens e @brasil247.

Podem ser vistos com maior clareza no blog Senta A Pua

http://blogdosentapua.blogspot.com.br/2012/05/da-utilizacao-da-imprensa-nos.html

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s