Caixa 2 atinge as carecas de Alckmin e Serra

Já estou até vendo a desculpa que ambos os portadores de  falacrose apresentarão:

“Não temos nenhum conhecimento e responsabilidade sobre a arrecadação e destinação de recursos da nossa campanha.  Até pensamos que tudo era de graça!”, declararão os tucanoscalvos. E mais não abriram o bico.

Reprodução, na íntegra, do jornal digital Brasil247

Caixa 2 de Furnas: R$ 19,2 mi a Alckmin e Serra em 2002

Caixa 2 de Furnas: R$ 19,2 mi a Alckmin e Serra em 2002Foto: Divulgação

EX-PRESIDENTE DE FURNAS REGISTRA EM CARTÓRIO QUE GILBERTO KASSAB REPASSOU QUANTIA MILIONÁRIA PARA CAMPANHAS TUCANAS A PRESIDENTE E GOVERNADOR; TERIA FICADO COM R$ 100 MIL PARA A SUA CAMPANHA.

22 de Julho de 2011 às 21:00

Marco Damiani_247 – As campanhas à Presidência da República de José Serra e ao governo de São Paulo de Geraldo Alckmin, em 2002, teriam sido beneficiadas pelo esquema do caixa 2 de Furnas, de acordo com as revelações do ex-presidente da estatal Dimas Fabiano Toledo. É o que consta na Declaração para Fins de Prova Judicial ou Extrajudicial que ele assinou e registrou, em 6 de novembro de 2008, no 23º Ofício de Notas do Rio de Janeiro.

No mesmo parágrafo em que afirma que o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, teria recebido R$ 27 milhões e 843 mil reais “dos recursos do caixa dois provenientes empresa Furnas Centrais Elétricas S/A”, Toledo continua:

Somente na campanha do candidato ao governo do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e de José Serra para a Presidência da República foram disponibilizados R$ 19.275.000,00 (dezenove milhões e duzentos e setenta e cinco mil reais). O ex-deputado federal Gilberto Kassab destinou R$ 100.000,00 (cem mil reais) para a sua campanha, conforme consta na Lista de Furnas e no relatório por ele elaborado e sendo assinado posteriormente pelo mesmo”, afirma Toledo.

O ex-presidente de Furnas, no mesmo documento assinado e registrado em cartório, explica como se formou o caixa 2 de Furnas que alimentou diversas campanhas eleitorais em 2002:

Os esquemas de arrecadação de recursos ilícitos, ocorridos através de licitações fraudulentas e dos superfaturamentos de várias obras públicas, visavam formar o caixa dois, com a finalidade de comprar o apoio de parlamentares e assim criar uma forte base aliada, garantindo os mais variados interesses de políticos, em troca da mesada recebida”, assinala Toledo, para arrematar:

“A presente declaração será aceita e válida para fins de prova judicial ou extrajudicial, assumindo desde já o declarante Dimas Fabiano Toledo pelas responsabilidades e das demais informações aqui prestadas, ciente das penalidades cabíveis e previstas no Artigo 299 do Código Penal Brasileiro”.

Comentários do post:

CARLOS AUGUSTO – Como pode um governo de “OITO ANOS” passar sem nenhuma denuncia de falcatrua? Soh o do senhor Aécio BP. O conluio da imprensa mineira vai deixar o caso sob o tapete. Como dizia o canalha do Roberto Marinho:”ganho muito é em função do que eu não publíco, não do que publíco…

MAMACO  – Pegos com a boca na butija, coisa mais linda, vou acender uma vela pra ver se aparece na mídia de massa, apesar de essa ja ser mais q suficiente.
Fradinho  – Furnas era o Ministério dos Transportes hoje. Dilma chegou e exigiu só técnicos em Furnas, agora no Ministério dos Transportes. É a vassoura funcionando. Aos poucos vai limpar muita coisa.
Wilson – Cadê o Danilo de Castro? O Pimenta da Veiga era quem repassava os recursos e ninguém fala nele. Cadeia para os corruptos. Wilson Belo Horizonte MG.
Freitas  – E a toda poderosa Andréa Neves, irmã do Príncipe Aécio Neves? Essa mulher é quem controla todo esquema de grana e mídia no governo. A censura à imprensa em Minas é fruto desta senhora. Não esqueçam do Danilo de Castro. Este outro braço forte desse esquema podre em Minas.
Carlo Germani – O Brasil 247 é um órgão de mídia raro no meio de tanta denúncia que não se comprova. Revela os fatos e fundamenta em provas.O ex-diretor de Furnas, culpado ou não, foi de uma inteligência fantástica ao registrar em cartório as suas acusações. E agora Kassab, Alckmin, Serra…?
Luis  – Francamente: o Dimas Toledo é protegido e protetor de Aécio. Ele registra algo bombástico isso em 2008. Era a antevéspera da disputa do PSDB. A quem interessava fritar Aécio, Kassab e Alckmin?

http://brasil247.com.br/pt/247/poder/9100/Caixa-2-de-Furnas-R$-192-mi-a-Alckmin-e-Serra-em-2002.htm

 

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s